Sábado, 15 de Setembro de 2007

Uma visão da "Terra do Nunca"

Chegámos à Terra do Nunca. Espaço onde tudo parece ter sido feito para fazer de conta. É como se tivéssemos entrado no lugar perfeito para brincar aos aeroportos. Aqueles lugares onde, na infância, nos refugiávamos com os amigos. Aqueles lugares abandonados do uso comum, com cheiro a ferrugem, com muito eco e montes de tralha. Aqueles lugares que eram tudo. Aqueles lugares onde tudo funcionava à medida da nossa imaginação, à nossa medida.

Foi assim que, durante cerca de cinco horas de espera, sentado num canto, percebi a realidade deste terminal do aeroporto de Dheli. As coisas estão lá e funcionam numa certa medida, ou não funcionam. As pessoas estão lá e fazem coisas, ou não fazem nada. E está tudo bem. Tudo bem.


 



publicado por umlugarassim às 21:41
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Chegada a Lhasa

. Ainda da nossa entrada ad...

. População

. A caminho de Gyantse

. Shigatse

. 9 de Agosto, 5.ª feira

. E o fado também esteve no...

. da Doença da Altitude

. Campo Base do Evereste

. a mais de 5000 metros

.arquivos

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.links

blogs SAPO