Sexta-feira, 30 de Novembro de 2007

E o fado também esteve nos Himalaias

Pois é, António, apesar do sofrimento por que passámos, e eu já nem me recordava de todos os pormenores, partia já hoje para os Himalaias. Teria cuidado em fazer a subida mais lenta, levaria mais dias a lá chegar para me habituar à altitude e aproveitaria para estabelecer contactos mais estreitos com os locais, mas voltaria.

 

Esquecemo-nos, contudo, de mencionar o fado que sempre nos acompanhou a partir daquela viagem de carroça até ao campo base - o fabuloso Os Búzios de Ana Moura. Tentámo-nos lembrar da letra que estava um pouco esquecida e a partir de então foi a nossa canção. Até o carroceiro a começou a assobiar e daqui a uns anos alguém poderá pensar que se trata de uma melodia tradicional tibetana.

 


publicado por margarida às 15:34
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Chegada a Lhasa

. Ainda da nossa entrada ad...

. População

. A caminho de Gyantse

. Shigatse

. 9 de Agosto, 5.ª feira

. E o fado também esteve no...

. da Doença da Altitude

. Campo Base do Evereste

. a mais de 5000 metros

.links

SAPO Blogs